Governo entrega barracas e usinas de biofertilizante para produtores da cadeia de hortifruticultura na Grande São Luís

WhatsApp Image 2018-11-28 at 18.31.16 (3)

O Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado da Agricultura, Pecuária e Pesca (Sagrima), entregou, na manhã desta quarta-feira (28), no Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais (STTR) de São Luís, 32 barracas e 20 usinas de biofertilizante aos produtores rurais da cadeia de hortifruticultura da ilha assistidos pelo programa AgroPolos, que tem ações articuladas com o Programa Mais Produção.

Os produtores poderão fabricar o seu próprio fertilizante com o sistema agroecológico que são as usinas de biofertilizante, por meio da assistência técnica e especializada que será oferecida pela Sagrima. Além disso, fabricando o próprio biofertilizante, o produtor, terá uma redução em seus custos em aproximadamente 50%.

As barracas das feiras dos AgroPolos são canais de comercialização. Atualmente, os produtos dos assistidos pelo programa AgroPolos estão sendo comercializados em grandes redes de supermercados do estado. Agora, os produtores rurais da cadeia de hortifruticultura da ilha poderão realizar feiras e vender os seus produtos diretamente da horta para o consumidor.

O secretário da Sagrima, Edjahilson Souza, disse que ficou feliz em participar de mais uma entrega de equipamentos que deverão beneficiar os produtores rurais da cadeia de hortifrúti, já que a missão do governador Flávio Dino é incentivar o trabalhador do campo para o desenvolvimento do estado.

“É uma honra entregar mais equipamentos (barracas e usinas de biofertilizante) que contribuirão para o aumento da produção e da renda dos produtores assistidos pelos programas oferecidos pela Sagrima. O Estado é uma mão facilitadora, mas para que conquistemos resultados, precisamos realizar esse trabalho em conjunto”, ressaltou o secretário Edjahilson Souza.

O produtor rural Iomar Ribeiro dos Santos, que foi contemplado com uma barraca, disse que essa iniciativa do Governo do Estado a partir da Sagrima só tem a beneficiar os produtores rurais a comercializarem os seus produtos, já que antes a venda era feita em barracas pouco adequadas.

“Nós não tínhamos barracas adequadas para vender os nossos produtos, mas depois dessa atitude da Sagrima poderemos aumentar a nossa renda, porque o visual das barracas contribuirá para chamar a atenção dos nossos clientes”, falou o produtor rural.

Sigisnando Rodrigues Lima, presidente do STTR, disse que a Sagrima já realizou a entrega de patrulhas mecanizadas atendendo mais de 70 famílias. Com a entrega dos equipamentos como as barracas e usinas de biofertilizante, o trabalhador rural irá avançar ainda mais em suas atividades, além de contribuir para a comercialização dos produtos.

“Esse é um momento ímpar para nós, pois percebemos uma preocupação por parte do Governo do Estado de atender o trabalhador do campo, dando a ele assistência técnica e meios para comercializar a sua produção. Isso só vem a estimular o crescimento da produção de cada produtor, fazendo com que isso contribua para a geração de renda de cada um deles”, disse Sigisnando Rodrigues.

Outra ação da gestão estadual para 10 propriedades da cadeia de hortifrúti, e que são assistidas pelo programa AgroPolos, é a entrega de kits de irrigação de aspersão, que irrigará a área produzida e aumentará a produção.